20 de mai de 2017

Epecuén

Epecuén
Combinamos um passeio na cidade de Epecuén na Argentina. Cidade essa que depois de ter ficado em torno de 25 anos em baixo de água, voltou a aparecer.
Já havíamos passado por perto algumas vezes e por não ser divulgada nunca nós despertou curiosidade em conhece-la.
Estávamos passeando (Arno e Maria Dallmeyer de Santa Maria RS, eu e a Manja) na casa do Alfredo e Silvia Baumgart no Rio de Janeiro em uma prosa sobre viagens mostrei para eles a história de Epecuén. Todos gostaram e passou ser um de nossos objetivos conhecer essa cidade. Fabiano Dallmeyer filho de Arno e Maria é fotografo e também gostou da ideia. A partir dai começamos a ajustar a data, Silvia e Ane (esposa de Fabiano) ainda trabalham e por esta razão tínhamos que ajustar férias e a estação do ano. Não foram fáceis tantos ajustes, mas conseguimos e fomos todos para estrada. Continua  
CELULAR MANJA
FOTOS SYLVIA
                            
 Saindo de casa
 Silvia e Alfredo na entrada da Reserva do Taim
 Lanche em Rocha UY
 Vista da casa Pueblo
 Alfredo e Silvia em Punta Ballena
 Silvia em Morro San Antonio
 Eu, Silvia e Alfredo no Morro San Antonio
 Silvia, Alfredo e eu em frente a cabela de San Antonio
 Vista de Piriapolis AY a partir do Morro San Antonio
 Eu na rambla em Piriapolis
 Vista a partir do nosso quarto da marina de Piriapolis
 Vista do Morro San Antonio
 Saindo do hotel em Piriapolis
 Rambla em Piriapolis
 Chegando em Montevidéu
 Silvia e alfredo em plena Montevidéu
 Montevidéu
 Montevidéu
 Parada para um lanche
 Chegando em Colônia do Sacramento UY
 Carro elétrico em Colônia
Forte de Colônia Del Sacramento 
 Praça do Forte em Colônia
Por do sol em Colônia
Alfredo em Colônia
Casarões 
Centro de Colônia antiga
Por do sol em Colônia 
Buquebus saindo de Colônia para Buenos Ayres 
Alfredo e eu em Colônia
Centro de Colônia
Casas antigas de Colônia
Carro antigo que faz parte do restaurante, ou seja, é servo refeição dentro dele.
As guerreiras no Buquebus. 
Centro de Buenos Ayres. 
Prontos para sairmos em Buenos Ayres.
Nós em plena ruta 205
Os João de Barro argentinos são grandes.
Pausa para um Amigo comer empanadas. 
A tardinha é inviável viajar pela quantidade de mosquitos.
Entrando em Saladillo para pernoitar. 
Casas em Saladillo
Igreja em Saladillo
Saindo do hotem em Saladillo
Arno e Maria em Saladillo.
Fabiano e Ane em Saladillo
Alfredo e Silvia em plena ruta 205
Arno e Maria na ruta 205
Tinha chovido muito na Argentina.
Uma para dinha para abastecer e um Amigo comer empanadas. 
Grupo já pronto para pegar a estrada.
Chegando em Carhué
Comemorando aniversário de minha amiga Maria 
A caminho de Epecuén
Terras que foram inundadas. 
Lago Epecuén.
Aterro que dá acesso a cidade de Epecuén 
O lago é muito salgado.
É uma paisagem diferente.
Antigo matadouro que também foi inundado. Ficou muito pouco da torre fora da água.
A caminho da cidade Epecuén.
Chegando.
Arno e Fabiano chugando.
Objetivo atingido

As Guerreiras.
Alfredo.
Entrando em Epecuén.

É muito interessante. A sensação é de desolação e ao mesmo tempo deslumbramento.  
Ruínas. Quantos sonhos soterrados. 
Parece que houve um bombardeio.


Ainda tem partes em baixo de água.

Eu e meu Amigo Arno.
Arno e Maria.
Manja e Silvia.
Maria explorando as ruínas.  

Silvia, Arno e Manja.
Maria e Alfredo buscando objetos perdidos.
Silvia, Alfredo e Manja.
As guerreiras.
Carro que não deu tempo de retirar quando a água subia. 
Manja.
  Fabiano
  Fabiano e Ane
Manja.
Silvia, Alfredo, Arno e Manja.
Ane e Fabiano
Pequena conferência.
Fabiano fotografando
Ane explorando. 
Interior de uma das casas que foram inundadas. 
Chegando a antiga estação de trem que hoje é o museu de Epecuén.

Fabiano assistindo um filme. Só um pouco cansado ou estava renegado porque não tinha onde comprar empanadas.
Museu.
Na estação.
Voltando para Carhué.
Silvia e Alfredo observando as aves.
Eu na praia em Epecuén

Praia em Epecuén.
Matador de Epecuén. Ficou só uma ponta da torre da caixa de água de fora.
Guerreiras.
Eu e a Manja no Cristo. Foi totalmente inundado.

Entrada do cemitério.
O que restou do cemitério. 


Praça no centro de Carhué.

Manja e seu novo amigo.
Manja, novo amigo e o velho Amigo.
Praça em Carhué.

Arno e o novo amigo.
Eu a guerreira e o por do sol.
Fuzileiros reverenciando o por do sol.

Eu, Alfredo e Arno.
Fabiano e Ane na estrada.
Rumo a Serra de La Ventana


As correres nesta época são maravilhosas na Argentina.
Chegando a Villa de La Ventana
Vila de La ventana é muto bonita.
Lugares maravilhosos.

Manja
Pausa para um Amigo comer empanada.

Partindo rumo a Três Arroios





Pausa para a empanada para felicidade do Amigo. 
Pista interrompida.

Em três Arroios tivemos que pular a janela. A chave não abria mais a porta. Ficamos encerrados.
Hotel de Três Arroios muito antigo. Pouco conservado, mas, muito bonito.

Caminhão boiadeiro levando o embarcadouro.
Chegando em Mar Del Plata por Miramar. Litoral muito bonito.
Dois motoqueiros argentinos nos viram parados e vieram saber se necessitávamos de alguma coisa.

Maria testando a moto de um deles.
Chegando ao litoral de Mar Del Plata.
Litoral de Mar Del Plata
Paisagens lindíssimas. 
Silvia.






Pausa para almoço.
Campeão Argentino de moto velocidade categoria Ducati em 62.

Uma banda fazendo um clipe no meio dos mosquitos.




Centro de Mar Del Plata.
Prédios antigos em Mar Del Plata.
Catedral
Praça do centro de Mar Del Plata
Interior da Catedral



Pena que era uma estatua.
Orla de Mar Del Plata




Manja e Silvia

Hotel em Mar Del Plata.

Fabiano e Ane atento ao próximo posto de abastecimento. Há! Gasolina? Não. Em busca de empanadas mesmo.
Muita gente fazendo escalada nesse morro.

Entrada para a cidade de Balcarce
Cidade de Balcarce
Museu de Fangio



























Formula 1 de Senna




Eu e o Alfredo.
Saindo de Mar Del Plata rumo a Buenos Ayres.



Chegando em Buenos Ayres.
Hotel em Buenos Ayres.






Eu e Alfredo em Porto Madeiro

É possivel limpar a poluição sim.


Passeando de metro
Bar antigo no Caminito


Mercado em Buenos Ayres



Estadio de Futebol La Bambonera








Cemitério da Ricoleta


Os caixões ficam a vista









Bar La Biela


Frente do Hotel
Saindo de Buenos Ayres

Ainda bem que estávamos em contra fluxo.





Chegando no Uruguay. 



Uma passeio fora de estrada.




Chegando em Durasno


Hotel em Durasno.




Passo de Los Toros


Chegando em Melo
Rio Branco
Jaguarão Brasil