6 de fev de 2012

VIAGEM A USHUAIA PELA CARRETEIRA AUSTRAL

 

Chegamos em casa no dia quatro de fevereiro de dois mil e doze (04.02.12). Finalmente conseguimos chegar à Ushuaia já que em dois mil e nove fizemos uma tentativa, mas não obtivemos êxito, foi uma experiência muito rica.
Na verdade o projeto meu e da Manja seria apenas concluir a tentativa de chegar á Ushuaia. Em um encontro com o Eliseu e a Gládis eles nos falaram do projeto deles Carreteira Austral, nós gostamos e em consenso decidimos ir a Ushuaia passando Carreteira Austral e voltar pela rota 3 na Argentina. Projeto um pouco ousado já que todos falam que a Carreteira Austral é muito difícil. Felizmente tudo deu certo. Os lugares por onde ela passa são maravilhosos. Eu posso afirmar que estão lá uns dos lugares mais bonitos que eu já vi. Quando se anda por essa estrada temos oportunidades de ver desde fiordes, lagunas, lago maravilhoso como o LAGO LANQUIHUE, Rios verdes como o COCHRANE, matas ainda intocáveis e muito gelo como o maior glacial suspenso do mundo o VENTISQUERO COLGANTE e Vulcões já extintos. Coisas que infelizmente poucos têm oportunidades de conhecer.
Desta vez vou escrever o blog um pouco diferente, pois, escrever toda experiência seria um pouco cansativa para quem ler, mas, posso lhes afirmar que foi uma experiência única que embora as fotos possam dizer muitas coisas, mas, em loco é diferente. Claro que alem de ser um lugar maravilhoso eu tenho a sorte de ter a meu lado pessoa como a Manja, companhia agradável como a Gládis e Eliseu. Por esta razão resolvi colocar as fotos e comenta-las, pois assim fica interessante para quem visita o blog.  Quem precisar de alguma informação é só fazer contato e dentro do possível às passaremos.
Para quem pensa em realizar um projeto como o nosso, lhes digo que para se realizar uma viagem como a que fizemos, o difícil é sair. Depois as coisas vão acontecendo. Claro que temos que ter um mínimo de planejamento, mas, nada doentil.
No meu caso tenho um diferencial, a Manja. Sem ela tenho certeza que seria muito difícil às coisas acontecerem da maneira que acontecem, pois, toda a viagem quando começa a chegar próxima do fim o cansaço e o estresse começam a aparecer e as coisas começam a ficar difíceis é nesse momento que uma pessoa com bom censo e equilibrada faz a diferença.
Viagens de moto são muito especiais, por varias razões, alem de encontrarmos outros aficionados por motocicletas elas nos dão a oportunidade de ficarmos sós durante um bom tempo com nós mesmo levando-nos a fazer varias reflexões que por sinal são quase sempre as mesmas, como por exemplo: Porque sou tão privilegiado assim? O que eu fiz para merecer tanta coisa boa? Claro que agente lembra também daqueles momentos ruins que agente sempre se pergunta: Porque isso acontece só comigo? Mas a verdade é que todos nós temos momentos ruins e momentos bons, no meu caso ainda não consegui saber por que, são mais momentos maravilhosos.
Dentre muitos encontros que tivemos, não poderia deixar de destacar a maravilhosa companhia por vários dias do agora amigo Osmar e Terezinha. Osmar estava de carro, mas, em 2010 ele foi ao Alaska de moto. O cara é muito experiente em viagens e o currículo consta Ushuaia ao Alaska. É mole?
Nada acontece por acaso na vida da gente, mas, tenho que destacar a garra da Manja que embora termos descoberto uma diabetes do tipo um, em julho passado, ela não se deixou abater e fomos realizar nosso projeto da mesma forma, posso afirmar que o único diferencial nesta viagem foi levarmos insulina e em consequência quando chegávamos aos hotéis pedíamos para colocar os blocos de gelo no freezer. Também foi importante em nosso projeto a Lili (nossa filha), porque ela mantinha os amigos informados. E a companhia do Eliseu e da Gládis foi importante, que por sinal nós só chegamos aqui em casa no mesmo dia que saímos de Buenos Aires porque o Eliseu me emprestou o descanso de mão do acelerador da moto dele, pois tive problemas com o dedo polegar da mão direita.
Quanto a Ténéré, posso lhes afirmar que foi uma surpresa agradável. A moto é muito boa de verdade. Quando ela chegou, e eu vi, que era muito grande eu achei que não tinha feito um bom negócio, mas, felizmente hoje depois de alguns quilômetros de fora de estrada e algum rípio não tenho mais duvidas que comprei a moto certa, ao menos pra mim.

   Primeiro dia de viagem
  Café e abastecida em Candiota-RS
 Na Argentina encontramos o Gustavo Delfino
   Parada na rota Argentina
  Descanso em uma sombra na Argentina
Em um posto de Chacharamen encontramos o nosso adesivo já desbotado. Colocamos um novo em cima.

    Um barco sendo transportado em pleno deserto.
   Passando Neuquém
   Eliseu e Gládis

   Descanso e uma prosa com o Eliseu

   Cidade Del Aguila
   Chegada de Bariloche. Paisagem modificada pela ação das cinzas do vulção Puyehue.
                                        
                                            
 Caminhos para vila Angostura AR
Chegada em Angostura AR
 Villa Angostura AR
Entardecer na Villa Angostura AR
Cordeiro Patagonico
Villa Angostura AR
 Ainda Villa Angostura AR
Material coletado por ocasião da erupção do vulcão Puyehue
Cinzas do vulcão

Cinzas no telhado em Villa Angostura
Cinzas na rua na estrada...
Fumaça do vulcão Puyehue na saida de Villa Angostura.
Cinzas do vulcão no passo Gardenal (AR/CH)
                                   
Cinzas do vulda na estrada

Caminho para vizitar o vulcão Osorno CH
Vulcão Osorno
Caminho para vizitar o Vulcão Osorno
Esse cara quase acabou com nossa viagem

Caminos para Vizitar o Vulcão Osorno
Só esta nos esperando para continuarmos viagem. Parece até que ela sabia que o pior estava pra vir.
Olho nós ai com o vulcão Osorno de fundo.
Estavam à nossa espera.
Que estrada boa para quém gosta de fazer curva.


Olha uma das duas guerreiras aí.
Ela de novo.


Cais do mercado de peixe em Puerto Montt. O maior mercado de peixes da América Latina.
AS proxímas fotos são do mercado de peixes.







Estamos na fila esperando a barca para ilha de Chiloe.




Cruzando o canal Chacao para Ilha de Chiloé.

Dentro da Ilha.







Caminho para Castro. Onde pegamos uma outra barca para Chalten.




Esses patos Armins, são os que imigram para o banho do Taim.
Igreja na cidade de Castro. É uma das igrejas declarada patrimonio da humanidade pela Unesco.
Interior da igreja.












Metri que nos serviu um belicimo e gostoso Salmão.
Porto na cidade de Castro onde pegamos a barca para Chaitem.Levamos mais ou menos oito horas de viagem para cruzar o golfo corcovado.
Pessoal viajando de bicicleta que cruzaram a barca juntos conosco.

Olha só o interior da Baca e já tinha quatro carretas.
Onde passamos a noite.


O primeiro encontro com nossos amigos Osmar e Terezinha.

 
Menina cantando uma música em português para a Manja
Eliseu dormindo no barco.
Chegada em Chaltem pela manhã.
Cidade de Chaltem. Arrazada pela erupção do vulcão com o mesmo nome.

Nós na estrada rumo a Coihaique.
 
Entramos na Carreteira Austral.






Estamos em La Junta.

Passaro tipico da Terra do Fogo. Bandurria.
 
Criadouros de Salmão


.Viajantes de bicicleta pela Carreteira Austral

Vistas Maravilhosas pela carreteira Austral.

Entran no Parque Nacional de Queulat onde vimos o Glacial Ventisqueiro Colgande que quer dizer Glacial suspenço.





Caminhada rumo ao Glacial.
Eliseu, Terezinha, Gládis, Osmar e Manja
Encontro com um pessoal de Stª Catarina.


O anigo Osmar e eu


Glacial Ventisqueiro Colgante.




Foto do momento que se desprendeu um bloco de gelo.


Novamente na estrada

Mais ciclístas aventureiros.
Proximas fotos das belicimas paisagens da Carreteira Austral.













Chegando em Puerto Rio Tranquilo para vizitarmos as capelas de Marmores

Terezinha e Osmar
 
Vizita as Capelas de Marmore                                                                               


                                                                               
            Denovo no rípio rumo a Coihaique                                     


                                                      




Hotel em Coihaique






Aqui mais uma despedida dos amigos Osmar e Terezinha e nós rumamos Cochrane







Encontro com um pessoal cheno que estavam viajando pela carreteira Austral







Praça da cidade de Cochrane
Interior da Igreja de Cochrane
Bike de andar no rípio




SAlmão em Crochrane
Janta em Crochrane com os amigos Osmar e Terezinha e Eliseu e Gládis
SAimos de Crochrane rumo a Argentina por passo Robalo.





Passo Robalo

Ruta 41














Em fim estrada boa.

Chegamos na cidade Perito Moreno


Novamento no rípio. Agora na famosa Ruta 40



Muitos Guanacos na estrada.



Estávamos em uma parada para descanço e uma camionete para para nos oferecer ajuda.
E dalhe rípio

Primeira visão do Monte Fitz-Roy. Muito bonito







Vista da janela de nosso quarto.
Igreja em El Chalten
Interior da igreja
Encontro com o casal Michele e Herrique de Stª Catarina



Ônibus preparado para levar turistas no gelo em El Calafate
Museu em El Calafate

Famoso Cordeiro Patagonico

Saida para vizitar o Glacial Perito Moreno



Ao fundo o Glacial Perito Moreno.




Passeio de barco no glacial Perito Moreno




Janta com os amigos de Stª Catarina, Henrique e Alexandre
Novamente no rípio rumo a Puerto Natalis.






Porto Natalis



Proprietario do hotel Isla Morena. Cujo hotel recomendamos. Proprietarios maravilhosos. Fomo muito bme tratados.
Inalguramos no hotel Isla Morena o painel para motociclistas colocarem seus adesivo


Costaneira em Puerto Natalis



Nos no ripio para vizitar as Torres Del Paine

Na entrada das torres fomos recepcionados por um Guanaco.





O cheiro do incendio ainda é muito forte


Lugares maravilhosos
Esta foto foi tirada para mostrar para o Valério, Jeferson e para o Alexandre como é o rípio.

Parque Torres Del Paine. Vista para o Glacial Grey

Gupo voluntarios de incendio



 No caminho de Puerto Natalis para Punta Arenas um monumento homenageando ao vento. Imaginem o pouco de vento que faz lá.

 Chegando em Punta Arenas





 Olhem só o capricho das podas das árvores.

 Indo para vizitar o forte Bulnes


 Entrada do Forte Bulnes




 Interior do Forte

 Camoa da època.

 Farol da Punta Santa Ana. Aqui teve origem a cidade de Punta Arenas.







 Navios Transatlancicos.
 Centro de Punta Arenas

 Elas nos esperando para cruzarmos para Ushuaia

 Punta Arenas
 Esperando a barca para passar para Porvenir e ir para Ushuaia.


 Entrando na barca para ir para Porvenir

 Interior da Barca




 O Frio era grande.
 Olha elas amarradas na barca.
























































































































AQUI. As fotos tiradas pela Gládis. Nossa companheira de viage.


















































































15 comentários:

Ademir & Ieda disse...

João as vezes achamos que o relato de uma viagem é só mais um " relato", mas não é bem assim. Tu e a Manja deixaram para nós um grande ensinamento!! A vida apesar dos problemas continua, e a nós é dado a responsabilidade de: " tocar o barco ", sem olhar para trás, foi que Vcs fizeram e conseguiram. Parabéns !!!

OsmarB disse...

Olá amigos Serra e Manja!
Ficamos muito contentes em saber que vocês concluíram esta viagem com muito sucesso. Foram aos lugares onde pretendiam ir, desfrutaram paisagens maravilhosas, e com certeza fizeram muitos amigos. Nós temos a honra de nos incluir entre eles. Quero que saibam, que os dias que viajamos juntos, foram os mais marcantes em nossa viagem. Um verdadeiro privilégio termos conhecidos vocês.
Grande e forte abraço,
Osmar e Terezinha

Paulo Stangler disse...

Olá Serra e Manja, parabéns pelas fotos e pela bela viagem. Gostei muito de conhece-los pessoalmente, fou muito mais agradável cruzar a aduana em Colon, na companhia de vocês. Eu não esqueci que lhe devo o dinheiro do pedágio, um dia vou até a sua casa para lhe pagar, hehe.

Abraços

Tierre Foster disse...

Grandes viagens, é para grandes pessoas!!!
Parabéns a vcs por terem concluido mais uma de muitas outras viagens que virão.
Abs TIERRE

Paulo e Sandra Concretizando Sonhos sobre Duas Rodas disse...

Olá Manja e Serra, parabéns pela viagem fantástica, estava olhando as fotos e imaginando quando estivermos por lá, talvez no próximo verão estaremos realizando mais esse sonho de ir de moto ao Ushuaia.

Grande abraço

Paulo Severo
www.viajandoem2rodas.blogspot.com

Gilmar, Simone e João Gabriel disse...

João,

Simplesmente sensacional !!!!

Parabéns pra vc e pra Manja !!!

show disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
show disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
eleno araujo disse...

show em joão linda viajen esta d vcs fiquei impressionado com as fotos muito lindas parabens vcs mereçem tudo de bom!!!!abraço

Miguel e Adriane disse...

Simplesmente maravilhosa esta viagem, não tem o que dizer mesmo com ripio,vento,frio,etc..., mesmo assim vale a pena, este é um sonho que um dia ei de fazer com minhas companheiras(minha esposa e a moto), e vendo as suas fotos isto nos alegra nos deixa com mais vontade e com certeza vamos fazer um dia.
um grande abraço
de
miguel e adriane
a quem sabe um dia nos encontramos pessoalmente
estamos localizado em bombinhas-sc
email: miguelbbs@hotmail.com

MARCELO FERREIRA disse...

MUITO DEZ

JULIAN TEIXEIRA FERREIRA disse...

EXTRAORDINARIO

Anônimo disse...

Linda viagem João....muito bem documentada. Estamos pensando em fazê-la daqui um tempo, mais perto...tenho algumas perguntas a te fazer. Nos encontramos por acaso, semana passada, na casa do motoqueiro. Vínhamos de Colonia del Sacramento e tivemos um problema na corrente da Lander. Eu te disse que havia comprado uma tenere 250, e tu me falou da tua moto e da viagem. Bom,grande abraço. Nos encontraremos novamente. Dênnis Jahnke.

Marcos disse...

Lindas fotos, viagem irada!!! Me diga amigo, quantos KM's rodados nessa viagem? Quero muito fazer uma dessas.... Mas só mais pra frente!

jcserratei@gmail.com disse...

Ola Marco!
REalmente tens que fazer essa viagem. A Carreteira Austral é muito linda. As fotos não dizem o que realmente é. Rodamos em torno de 11.920 km. Quando fores viajar faz contato que te passo informações.
Um abraço.